sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Mix de asssuntos

Ainda não tive tempo de fazer o resumo da viagem, mas em breve o farei...
Hoje gostaria de falar de um mix de assuntos...
Para começar sobre uma lei que passou a vigorar aqui na cidade que moro que proibe que os mercados forneçam sacolas plasticas, ou seja, vamos ter que aprender "na marra" que o planeta pede socorro, eu a algum tempo já estava tentando me habituar a isso, quando ia no mercado de carro, pegava caixas de papelão e levo a minha caixa termica para os alimentos refriados/congelados, e as de pano, tnt, e afins, já tenho uma pequena coleção, claro que muita gente reclamou( sempre vai ter) para esses desavisados ( até se acostumar) o mercado vende sacolas essas que se desmancham logo pelo valor de 0,19, só assim mesmo para as pessoas terem o bom senso de não levar uma tonelada de sacolas para casa, eu espero que seja uma lei que "pegue" pq em alguns paises da europa ( 1ºmundo) isso já existe a anos, meu marido gastou muitos centavos de euro pq não tinha e precisava comprar coisas.....
A segunda coisa é sobre a lei das cadeirinhas de carro, eu particularmente acho um absurdo ter que virar lei a segurança de nossos filhos, e ainda assim pais levam filhos no banco da frente ( ontem mesmo em uma avenida movimentada no horario das 18 vi 3 casos desses.
Eu sempre zelei pela segurança dos meus bebês ( hj já grandes...) Ângelo saiu da materniadade no bebê conforto e SOZINHO no banco, eu fui no banco da frente, sempre foi assim, para não dizer que jamais andei com eles, tive que o fazer umas vezes por causa da tosse que causa o vomito, para evitar maiores estragos, mas eles JAMAIS ficaram fazendo birra/chorando por irem sozinhos, precisam aprender isso desde cedo, Afonso quando nasceu tb saiu da maternidade no bebê conforto, nessa etapa Ângelo já tinha uma cadeirinha própria a sua idade, ai em 2008 eu comprei para o Ângelo a cadeirinha c/ buster que prende no cinto do carro, e agora para o Afonso comprei um modelo proprio para sua idade, parecida com a do Ângelo, mas tem cinto na propria cadeirinha, até ele atingir o peso/idade de usar o cinto do carro...
A segurança dos meus meninos SEMPRE em primeiro lugar....
Espero que essa lei tb "pegue" afinal muitas crianças pagam com suas vidas por seus pais irresponsaveis.
Por hora é isso, volto em breve...

3 comentários:

patwork disse...

Bom dia Gezinha!!!
Não podia concordar mais contigo à cerca destes dois assuntos.
Aqui em São Paulo tinha que ser aprovada essa lei das sacolas plásticas. Só assim para ajudar um bocadinho o nosso planeta...claro que muita gente ia reclamar, mas tudo se torna uma questão de hábito....e quando começa a sair diretamente do nosso bolso $$$$, aprendemos mais rápido. E vamos falar sério....eu tenho uma raiva de sacolinhas plásticas....afffeeee... e os empacotadores do supermercado que eu faço compras, adoram colocar 1 produto em casa sacolinha. O resultado é 50000 sacolinhas ao final da compra.
Mudando para o assunto cadeirinha do carro, acho que somos gémeas :))*
Os meninos sairam da maternidade na cadeirinha, colocada no banco de trás e nunca reclamaram.
Fomos trocando de acordo com as idades, até que passaram para o banquinho e hoje em dia, só o cinto. Porque já estão com mais de 8 anos.
Também acho que não devia ser preciso existir uma lei para isso!!!!! Tinha que partir da consciência de todos...mas enfim....
Beijinhos nesses meninos fofos *U*

Patrícia

Lú Pinheiro disse...

Eu antes da lei, tb já levava ao mercado sacolas de pano ou nylon...
bjinhos flor

ANA LÚCIA disse...

Olá,
Quando faço compra de carro já deixo no porta malas as caixas de papelão e não utilizo a caixa térmica, pos moro "bem perto" de um bom supermercado. Quando vou a pé levo minhas sacolas de chita. Por aqui ainda não cortaram as sacolas plásticas e você acredita que uma das caixas outro dia me perguntou se que não queria mesmo as sacolas plástics e estranhou quando abri as sacolas de pano? Fiquei "bege"... Quanto as cadeirinhas, só multando para o haver consciência... Mas vale lembrar que depois que as crianças crescem os pais vacilam com o cinto, tanto que nas férias de julho um menino da sala da minha filha faleceu quando voltava de viagem, o carro do pai capotou, como estava sem cinto foi o único a ser jogado para fora e sofreu traumatismo craniano. Veja o vacilo dos pais!... Aqui é lei primeira coisa quando minha filha entra no carro é fixar o cinto... No escolar dela eu quase discuti com a motorista que não tinha cinto para todas as crianças e exigi que minha filha só sentasse aonde tinha o cinto. Recentemente ela acabou instalando mais cintos no veículo. "Cuidar dos filhos é um dever e todo cuidado ainda é pouco - alertas sempre"...
Bom fds,
Ana